Skank

 

Si- si- si- si- si- DO- si/ Noites de um verão qualquer
Sol- la- sol- la- sol- la- sol- sol/ Eu me sufoco nesse ar
Si- si- si- DO- RE- sol/ O corpo venta em preto
Sol- la- sol- la- sol- la- sol- sol/ O chão devora o espaço ocular

Si- si- si- si- si- DO- si/ Noites de um verão qualquer
Sol- la- sol- la- sol- la- sol- sol/ Deixe que ela entenda o traço
Sol- si- si- si- si- si- RE- sol/ Que invente a fuga por nós dois
Sol- la- sol- la- la- sol- la- sol- sol/ Que sou seus pés, eu sou também seus braços

mi- fa#- sol/ Aaham
Sol- sol- sol- RE- DO- si- la- sol- mi sol/ Ueladumdêraditaumaumêh
Sol- sol- sol- RE- DO- si- sol/ Ueladumdêraditaum

Si- si- si- si- si- DO- si/ Noites de um verão qualquer
Sol- la- sol- la- sol- la- sol- si- sol/ Dentro da febre desse abraço
Si- si- si- si- si- si- DO- sol/ Satélite voltou do céu
Sol- la- sol- la- sol- la- sol- la- sol- sol/ Eu sou o resto, sou também o aço

Si- si- si- si- si- DO- RE- sol/ Noites de um verão qualquer
Sol- la- sol- la- sol- la- sol- la- sol- si- sol/ Sob sua pele encontrei abrigo
Si- la- sol- sol- sol- sol- sol/ Pra gente se devorar
Sol- la- sol- la- sol- la- si- sol/ Na órbita do seu umbigo

mi- fa#- sol/ Aaham
Sol- sol- sol- RE- DO- si- la- sol- mi sol/ Ueladumdêraditaumaumêh
[…]

Si- si- si- si- si- DO- RE- sol/ Seguem infinitos metros
Sol- la- sol- la- sol- si- sol/ Pra perto desse abraço
Si- si- si- si- DO- si- sol/ Eu tento respirar
Sol- la- sol- la- sol- la- sol- la- sol- sol/ Desdar o nó que aperta esse laço

 

Anúncios